Centro de Arte e Cultura J. Inácio. Foto: Luíza Machado – Melhores Destinos

Aracaju é cheia de história e cultura! O centro da cidade conta com vários edifícios históricos, como a Catedral Metropolitana. A arquitetura preserva um certo traço colonial e impressiona os visitantes. Museus interessantes valem uma visita, como o premiado e interativo Museu da Gente Sergipana, que se destaca entre os museus brasileiros. Uma volta nos mercados centrais mostra a diversidade do artesanato local e da culinária brasileira.

Rendas, palha, cangas, esculturas, mosaico… Quem gosta de artesanato está no lugar certo! Aracaju tem diversas feiras de artesanato, geralmente com preços bem acessíveis. As esculturas de cangaceiros e Lampião estão espalhadas por toda a cidade, lembrando a cultura regional. Quem se esqueceu de levar algum artigo de praia, também não terá problemas: é fácil achar lojas de biquínis, sungas, cangas, chapéus e bolsas de praia.

Centro de Arte e Cultura J. Inácio
Situado na Orla de Atalaia, o espaço conta com lojas de artesanatos locais, além de ser palco para feiras culturais e apresentações. As lojas vendem esculturas, objetos de decoração, almofadas, artigos de cozinha, chapéus, redes, rendas, entre outros. Há ainda barraquinhas de comidas típicas, como tapioca. Ao caminhar pela Orla de Atalaia, não deixe de conferir esse espaço de expressão nordestina!

Mercados Centrais
No centro da cidade, estão localizados três mercados importantes: o Mercado Antônio Franco (fundado em 1929) e o Mercado Thales Ferraz (fundado em 1949), que reúnem o melhor da cultura popular sergipana, com literatura de cordel, repentistas e grande variedade de artesanato e doces típicos; e o Mercado Governador Albano Franco, com imensa variedade de frutas, verduras, grãos, castanhas, peixes e o que mais se imaginar. Não deixe de provar a mangaba, fruta típica de Sergipe! Os mercados são um ótimo lugar para observar o estilo de vida sergipano e valem uma visita!

Fonte: Melhores Destinos

 

Translate